Seleção DA FASF

A denominação Seleção DA FASF deve ser entendida como uma expressão utilizada não apenas para realçar a qualidade dos plantéis que vem sendo por nós trabalhados.

Afinal, os avanços que temos conquistado na formação dos rebanhos de Guzerá e de Nelore e na criação do cavalo Quarto de Milha, resultam, sem qualquer dúvida, das imensas contribuições de todos os criadores, homens e mulheres que, ao longo de inúmeras décadas, com sacrifícios, investimentos e entusiasmo, tem proporcionado ao Brasil se destacar, de forma crescente, no campo da bovino e da equinocultura.

Assim Seleção DA FASF é uma homenagem a todos esses homens e mulheres, sem distinção.

Seleção DA FASF

Guzerá

Guzerá

A sua beleza incomum associada às suas características para produção de carne e leite – com avanços impressionantes na produção de leite – fizeram com que o Guzerá fosse a primeira das raças zebuínas a constituir o plantel da Seleção DA FASF.

Os animais inicialmente adquiridos (quatro novilhas) vieram da Bahia, da tradicional criação DO BRAVO, na Fazenda Soraya. Na sequência, outras e outras aquisições, em exposições e leilões dos mais diversos e importantes criadores brasileiros.

A partir disso todos os esforços tem sido concentrados na produção de animais que, preservando as características técnicas da raça, apresentem avanços e ampliem os resultados econômicos.

Conheça nossa produção de Guzerá ›
Conheça a história do Guzerá ›

Nelore

Nelore

Dificilmente alguém que reconheça as qualidades marcantes das diferentes raças zebuínas, deixará de afirmar que, dentre elas, o Nelore ocupa lugar especial. A raça Nelore – a exemplo do que ocorre no Guzerá – embora originária da Indía, encontrou, no Brasil, campo fértil para melhorar as suas características e qualidades técnicas e econômicas.

Cabe registrar que o “Nelore Brasileiro”, tanto no que se refere ao “Nelore Comercial” quanto ao “Nelore de Elite”, já evoluiu a ponto de se tornar relevante objeto de atenção de vários países do mundo.

Consigne-se, além disso, que a raça Nelore tem sido valiosa para tornar o Brasil reconhecido como um centro respeitado internacionalmente, em decorrência das pesquisas e do desenvolvimento científico e tecnológico aqui realizados.

Quarto de Milha

Quarto de Milha

Nós nordestinos, mais do que os brasileiros das demais regiões, trazemos, na alma, um pouco ou um muito do espírito vaqueiro.

Em qualquer fase da vida, o cavalo é, a um só tempo, síntese de beleza e de amizade, sem deixar de ser, em certas circunstâncias, insubstituível parceiro no desenvolvimento do trabalho e nas conquistas do dia a dia.

A estrutura muscular e, em decorrência, o arrojo e a velocidade nas curtas distâncias; a imponência e a inquieta atenção, ao lado de uma docilidade que comove, tudo isso faz do Quarto de Milha uma raça consagrada e que também oferece um vasto elenco de oportunidades comerciais.

Há quem diga que para nos sentirmos um verdadeiro vaqueiro não é necessário saber montar, ser um cavaleiro. Basta ter um Quarto de Milha.

FacebookTwitterGoogle+